Recordações do Ceará

0

Por Marcos Vasconcellos

O Dr. Brasil Pinheiro, figura política importante no Ceará há alguns anos, tempos getulinos, tinha, de certa forma, uma relação digamos meio áspera com o interventor Francisco Meneses Pimentel, logo após a decretação do Estado Novo.

Brasil Pinheiro, que não era propriamente louro de olhos azuis, sofreu um boato de atentado e a notícia chegou à Corte. Preocupado com a situação, Getúlio despachou telegrama para a província:

“Informe urgente se Pinheiro foi de fato alvejado”.

Resposta de Meneses Pimentel: “Não. Continua preto”.

O mesmo Brasil Pinheiro, visitando comarcas do interior do Estado em missão oficial, ao voltar, depois de mais tempo que o previsto, escreveu no relatório que “se atolou-se” no Vale do Cariri, daí o atraso.

Chamado a atenção pelo português estropiado, justificou-se com o interventor:

– É que atolei na frente e atrás.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here