Get Adobe Flash player

15 novas rimas para o Chico Buarque

xico-burak

Se você não está lembrado, a música “Querido Diário” traz o pior verso da MPB no século 21: “Amar uma mulher sem orifício”. Incensado como “gênio” e “melhor letrista da música brasileira”, o autor do verso é simplesmente Chico Buarque.

A escorregada foi tão feia que quase causa o efeito conhecido como vergonha alheia – aquele misto de compaixão e constrangimento que as pessoas sentem por alguém que foi flagrado numa situação ridícula. Quase.

A gama de sentidos de “Amar uma mulher sem orifício” vai de “cultivar um amor platônico” a “desejar uma mulher frígida”. Alguma coisa por aí. Mas havia um desafio a vencer, para além de fazer sentido.

Dois versos atrás, encontra-se a palavra “sacrifício”. E esses poetas, o que eles não fazem por uma rima...

Lá se foram as vergonhas da moça, e surgiu essa aflitiva “mulher sem orifício”.

Pô, Chico. Não podia ser só uma “mulher difícil”?...

Sim, realmente é um suplício rimar com orifício, mas aí vão algumas sugestões:

1 – “Quando vejo um edifício/ Só penso no seu orifício...”

2 – “Me joguei no precipício/ Ao me negares o orifício...”

3 – “Vou até fazer comício/ Me dá logo esse orifício...”

4 – “Eu viveria no hospício/ Para comer seu orifício...”

5 – “Te daria um benefício/ Só pra ter seu orifício...”

6 – “Vou pro Vale do Silício/ Se não me deres o orifício...”

7 – “Só tenho um único vício/ Que é carcar teu orifício...”

8 – “Vê se faz um sacrifício/ Me libera esse orifício...”

9 – “Hoje é meu natalício/ Mereço teu orifício...”

10 – “Hoje é dia de São Patrício/ Então me dê o orifício...”

11 – “Eu queria ser fenício/ Pra furunfar teu orifício...”

12 – “Chega de desperdício/ Não regula esse orifício...”

13 – “Óia a marca do dentifrício/ E me dá logo o orifício...”

14 – “Hoje começa o solstício/ Vou enfiar nesse orifício...”

15 – “Tu é mesmo um estrupício/ Mas adoro teu orifício...”

Compartilha se tem coragem!

TV Candiru - O melhor no seu compu!

persianas

Nossos Fans Desocupados