Mulher na Vara comemora 25 anos de Carnaval

0

Vinte e cinco carnavais. Vinte e cinco anos carregando uma vara de quase cinco metros pelas ladeiras, que serve de palco para a mulherada fazer evoluções no meio da folia. O bloco Mulher na Vara, tradicional agremiação do Carnaval olindense, sai às ruas em 2018 com uma alegria especial: a de comemorar bodas de prata de frevo, descontração, animação e muitas histórias engraçadas.

A comemoração já começou no mês passado, quando aconteceu, no Catamaran, um baile com shows de Beto Barbosa, Samba LED e orquestra de frevo. Convidados como Nono Germano, André Rio e Josildo Sá, além de Jota Michiles e Nena Queiroga, homenageados do Carnaval do Recife em 2018, deram uma canja na festa do bloco que, assim como muitos da folia olindense, surgiu “por acaso”.

“Era o Carnaval de 1992 e uma amiga do criador da Vara, Carlos Porciúncula, torceu o pé quando estava em Olinda, ficando impossibilitada de caminhar. Os amigos decidiram então carregá-la pelas ladeiras. Primeiro, no braço; depois, usando um pedaço de madeira que acharam pelo caminho. Não demorou para começarem a falar: ‘Olha a mulher na vara, olha a mulher na vara’. Achamos que era um bom nome para um bloco e, no outro ano, o Mulher na Vara estreou no Carnaval”, explica Samuel Costa, um dos diretores da agremiação.

Desde então, sempre na segunda-feira de Carnaval, o Mulher na Vara coloca o estandarte nas ruas, partindo da Ladeira da Boa Hora, onde fica sua sede.

“O bloco é democrático. Na Vara sobem baixinhas, gordinhas, mulheres de todas as idades. E procuramos sempre respeitar todas. É uma brincadeira saudável da qual a minha filha participa, Dona Dá (moradora ilustre da Cidade Alta que organiza o encontro de bois no Carnaval) participa, ou seja, qualquer foliã animada pode subir na Vara e fazer sua festa”, faz questão de salientar Samuel.

Um pouquinho de coragem é necessário também, já que a Vara é erguida a quase dois metros de altura. É subir e confiar na força dos “carregadores” da Vara e dos deuses do Carnaval, claro.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here