Momo, Arlequim, Colombina e Pierrô: conheça os personagens típicos do carnaval

0

Quem é quem? Você já deve ter visto um homem, geralmente bem gordinho, desfilando com roupas de rei brilhantes, carregando um cetro e uma coroa. Ou um tipo de palhaço que veste uma roupa colorida e usa máscara. Esses personagens típicos do Carnaval vêm de culturas e países distantes, mas, por diversas razões, foram entrando na festa do carnaval brasileiro.

Momo – Na mitologia greco-romana, o Momos era o Filho do Sono e da Noite. Ele ficava o tempo todo prestando atenção nas atitudes dos deuses e dos homens e fazendo graça de tudo. Era considerado o deus da Graciosidade, pois passava o tempo todo rindo e fazendo piadas dos outros. Era representado com uma máscara numa mão e uma figura ridícula na outra, para dar a entender que ele tirava a máscara dos vícios dos homens.

Com o passar do tempo, em Portugal, virou um personagem que tinha o trabalho de divertir os amos e senhores, nos castelos e nas casas dos nobres.

Ele apareceu pela primeira vez como personagem de um carnaval na Colômbia, em 1888. Uma figura alegre, brincalhona e governante da bagunça da festa.

No Brasil, surgiu em 1933, no Rio de Janeiro. Jornalistas que trabalhavam no periódico “A Noite”, inventaram um boneco de papelão e batizaram ele de O Momo.

No ano seguinte, decidiram transportar o personagem do papel para a vida real. O cronista do jornal Moraes Cardoso aceitou o cargo e eles saíram desfilando pelas ruas do Rio de Janeiro, saudando o rei! Ele foi o rei Momo pelos 15 anos seguintes, até morrer.

A tradição se manteve e, até hoje, a figura do Rei Momo é adotada nos carnavais cariocas e de outros estados. É a autoridade maior do evento e recebe até as chaves da cidade para governar durante o período de festas.

Arlequim – Esse é um personagem da antiga comédia italiana (commedia dell’arte). Usa uma roupa bem colorida, feita, em geral, com formatos de losangos. Ele tinha a função de divertir o público, nos intervalos das peças de teatro, com piadas e brincadeiras. Foi, depois, incorporado como um dos personagens das comédias e ganhou destaque nas apresentações. Virou amante da Colombina. É fanfarrão, brigão e cínico.

Colombina – Principal personagem feminina da commedia dell’arte, amante do Arlequim e companheira do Pierrô. Namoradeira, alegre, fútil, bela, esperta, sedutora e volúvel. Vestia-se de seda ou cetim branco, saia curta e usava um bonezinho.

Pierrô – Personagem também originário da commédia dell’arte, ingênuo e sentimental. Usava uma calça e um casaco bem grandes enfeitados com pompons e uma grande gola franzida.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here