Glossário do 02 Neurônio

0

Por Jô Hajjack, Nina Lemos e Raq Affonso

Nós adoramos um glossário. Por quê? Porque sempre inventamos expressões e se as pessoas não souberem o que significam certas palavras neurônicas não vão entender nada do que a gente fala!

Você entenderia esta frase: “Estou superego descontrol por aquele pretê  que fez um contratinho. Tive o treco, mas jurei pra mim mesma que não vou ter outra DR com ele. Prefiro ficar com um passante.”

Só mesmo sendo um iniciado! Por isso, listamos algumas expressões básicas que farão você entender tudinho. E, se você já conhece todas de cor, ajude-nos a fazê-las entrarem para o dicionário Aurélio, usando-as no seu vocabulário.

Superego descontrol – Acontece quando você só pensa em uma pessoa. Inclusive na hora em que está dormindo. E sua personalidade sofre uma espécie de mutação, você começa a fazer coisas estranhas, tipo ficar rindo e olhando para o além. E achar que tudo o que a tal pessoa faz é sensacional, mesmo que ela só tenha ido pagar uma conta no banco. Nessa fase, você aluga seus amigos contando tudo o que a pessoa te falou e perguntando se você deve ligar pra ela. Alguns chamam de paixão. A palavra descontrol, separadamente, pode ser usada para tudo. Significa que você está tendo atitudes descontroladas em relação a algo. Por exemplo: “Estou anos 80 descontrol” quer dizer que você levando o revival da década a sério.

Pretê – Abreviação de pretendente. Mas que não se refere apenas ao menino. O namorado, o marido e até o “ex” são todos pretês (no caso do ex deve-se usar ex-pretê). Usa-se também pretendência, que é aquela fase em que você está investindo no garoto. Se você tem mais de um pretê, convém dar nome e sobrenome aos mesmos. Por exemplo: pretê-poetinha.

Jason – Ex do passado que surge do além para nos infernizar. Ele é tipo o personagem de Sexta-Feira 13. A gente sempre acha que ele ressurge em um novo episódio para nos atacar. E o pior é que, muitas vezes, eles ficam fazendo contatinho e a gente cai. Contatinho é aquela ligação que ele faz (também pode ser via e-mail) com intenções nem um pouco nobres. Geralmente é só sexo numa época em que a pessoa está sem pretê e viu o seu telefone na agenda dando sopa. E o autor do contatinho quase sempre desaparece depois que o contatão foi consumado. Por isso, se você tiver força de vontade, fuja do contatinho.

Treco – Uma reação químico-emocional que acontece quando você está em contato ou prestes a estabelecer contato com um novo pretê. Mesmo que o contato seja via telefone. Sua respiração fica mais rápida, seu coração dispara, sua cara fica vermelha e você gagueja e fala coisas desconexas. O treco é um dos sintomas iniciais do superego descontrol.

DR – Abreviação de Discussão de Relacionamento. Aquele famoso papo que a gente tem com o nosso pretê, pra falar basicamente de coisas que a gente não gosta e quer que ele mude. E que ele vai ouvir com uma cara de tédio e não vai cumprir. Mas você também pode ter DRs com suas amigas, seus colegas de trabalho e seus familiares.

Homem Superior – O pretê perfeito. Aquele homem ótimo, bacana, simpático, sensível e que a gente nunca encontra. Ou quando encontra ele é casado ou tem namorada. Mas continuamos procurando, lógico! Ah, quase todo homem superior vira um aborígene um dia.

Aborígene – Nada a ver com os nativos da Austrália. Esses são os aborígines. Aborígene é um cara ridículo. Existem vários tipos: o machista, o galinha, o tapado, enfim, uma gama enorme deles. E o pior é que, às vezes, a gente se encanta com um aborígene e nem se dá conta! Porque existem os aborígenes disfarçados, que são os mais perigosos. Todo cuidado é pouco com essa raça.

Sinais divinos do além – Como o próprio nome diz, são sinais enviados pelo além que nos mostram caminhos seguir. Quando o sinal divino do além é a nosso favor, acreditamos. Por exemplo: você e o seu pretê operaram as amígdalas na infância. Não importa que – nos anos 70 – essa operação fosse tão popular quanto a escova para fora! É um sinal de que vocês têm tudo a ver. Quando o sinal divino do além é contra nossos desejos, dizemos que não somos místicas. Por exemplo: você liga para ele e dá ocupado. É um sinal divino do além para você não ligar. Mas você desobedece! O mais clássico sinal divino do além é ver um carro igual ao do seu pretê na rua. Significa que vocês são almas gêmeas. Mesmo que seja um Gol cinza!

Passante – Pessoas desconhecidas e não chegadas de nenhum amigo nosso. É um passante mesmo, estilo uma pessoa que passa na sua frente na rua ou que está no ponto de ônibus. A palavra passante é usada geralmente para momentos de histeria, do estilo: “Sou capaz de dar até para um passante.” Na forma negativa, serve como calmante: “Calma, tudo bem que você ficou com esse cara que não conhecia direito. Mas ele não era um passante, pois é amigo dos seus amigos.” Mas atenção: um passante não precisa estar em movimento. Ele pode estar simplesmente parado em uma pilastra da boate.

Senhor que ajuda – Um sujeito incrível, mais velho, rico, dadivoso e apaixonado por você (ou por sua causa, como o 02 Neurônio). Acreditamos que um dia ele vai aparecer e nos ajudar monetariamente, bancando os nossos mais ambiciosos projetos, como a nossa rede de televisão. Sempre que entramos em crise, falamos na hora: “Ai, a gente precisa de um senhor que ajuda.” Também serve para o momento em que encontramos um cara mais velho e abastado.

Homem Diesel – Rapaz excessivamente moderno e cool. Esse tipo de sujeito se acha superior ao resto do mundo pelo simples fato de comprar revistas e roupas modernas e importadas. Diesel é uma marca de roupa gringa ex-tre-ma-men-te cool. E muito cara. Como usar: “Ele é bonitinho, mas é muito homem Diesel.”

Garota-saladinha – Aquela amiga que te humilha em restaurantes porque, enquanto você pede uma picanha, ela prefere uma Caesar Salad. E ela também faz muita ginástica, enquanto você cultiva a sua barriguinha. E ela jura que não gosta de doce!

Barriga-Power – Movimento pelo direito da mulher de ter uma barriguinha! Uma pancinha de nada!

Homem-jam – Pretê músico que adora fazer jam-sessions e te larga só para ficar levando som com os amigos. Quando os homens-jams se encontram, começam a falar sobre pedais e ProTools.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here