Dicionário de Cearês – Letra B (Parte 2)

0

Por Marcus Gadelha

Bocão – Falador, linguarudo, fofoqueiro. “Haroldo Bocão”.

Bochecha – Carona.

Bode – Menstruação. Estar de bode: estar menstruada. Confusão, problema. “Deu bode”.

Boga – Fiofó, ânus.

Boi na linha – Diz-se quando há desconfiança de adultério. “Tem boi na linha, tem Ricardão na jogada”.

Bola – Propina. Pedaço de carne envenenada para matar cachorro.

Bolha – Trouxa.

Bololô – Encrenca, confusão.

Bom que nem presta – Expressão que indica que uma coisa é muito boa.

Bom como um todo – O mesmo que “bom que nem presta”.

Bombada – Chute forte.

Bombom – Bala, termo genérico.

Borboleta – Catraca de ônibus, de trem, de cinema, etc.

Borimbora – Vamos embora.

Boró – Muamba, contrabando.

Borocoxô – Triste, cabisbaixo.

Borracho – Pombo novo. Homossexual adolescente em começo de carreira.

Bossal – Pedante. Gente que “só quer ser as pregas da Odete”.

Bosta n’água – Estar à toa, à deriva, sem rumo. “Hoje estou que nem bosta n’água”.

Botar macaco – Dançar sem deixar o parceiro pinar (se encostar).

Bote, seu Paulo, bote! – Bordão famoso no programa de Paulo Lima Verde, quando lhe pediam para botar uma música.

Braço de radiola – Defeito físico no cotovelo que impede o movimento pleno. O braço fica meio dobrado.

Breado – Melado, sujo.

Brecha – Quando a mulher senta mostrando a calcinha. “Tá dando brecha”.

Brecheiro – Voyeur.

Bregueços – Coisas de uso pessoal.

Brenha – Lugar longe e de difícil acesso. “Mora lá nas brenha”.

Briba – Pequena lagartixa, corruptela de víbora.

Broa – Bolo de goma que por ser muito barata é utilizado para referir-se ao que não presta. “Fulano não vale uma broa”.

Brocado – Com muita fome.

Brôco – Caduco, distraído, esquecido.

Brocoió – Abestalhado.

Bronha – Masturbação masculina.

Bruguelo – Criança pequena.

Bucha – esponja para banho de origem vegetal. Fruto de uma trepadeira muito comum no Ceará.

Buchada – Iguaria feita com intestinos e vísceras de bode costurada em um saco feito do próprio estômago do animal. Utiliza-se também para dizer que uma equipe esportiva é muito fraca, ruim.

Buchuda – Mulher grávida.

Budega – Mercearia, taberna, bodega.

Bufante – Ânus.

Bufunfa – Dinheiro.

Buga – Nos álbuns de figurinhas, buga é o cromo mais fácil e encontrar.

Buli com a fia aleia – Mexer (bulir) com a filha dos outros (alheia). “Num vá bulir com a fia aleia”.

Buliçoso – Pessoa que mexe em tudo.

Bulida – Mulher que perdeu a virgindade.

Bulim – um tipo de biscoitinho de goma. Os mais famosos eram feitos pelas Irmãs do Bom Pastor.

Bumba-meu-boi – Ou Boi-Ceará. É um drama pastoril de origem luso-ibérica, tradicionalmente apresentado no período natalino, representando o culto do boi que se fazia em homenagem ao nascimento de Cristo. No Ceará, o “Bumba-meu-boi” conta com a figura do vaqueiro vestido a caráter com gibão ve chapéu de couro, do “Coronel” dono do do boi e outras figuras típicas.

Bunda canastra – Cambalhota. “Virar bunda canastra”.

Bunequeiro – Bonequeiro. Arruaceiro. Aquele que vive “butando buneco”.

Buriti – Palmeira de cujo fruto se fabrica um doce muito apreciado no Ceará.

Burra preta – Personagem folclórico de Fortaleza. Mulato, homossexual, Burra Preta adorava desfilar sua bunda gigantesca pelas ruas da cidade.

Burracha – Borracha. Menina nova, roliça das perninhas grossas, burrachinha.

Burrinho – Garrafa de coca-cola cheia de cachaça.

Burro mulo – Homem estéril. Sujeito de gala rala.

Burundanga – Coisa sem valor, traste.

Butar banca – Se fazer de difícil ou de importante. “Depois que ficou rica tá butando uma baaanca!”

Butar bode na chuva – Diz-se de um sujeito convincente, bom de lábia. “Aquele é capaz de butar bode na chuva”.

Butar buneco – Botar boneco. Fazer confusão, baixaria. Referência ao teatro de marionetes onde os bonecos fazem a maior algazarra.

Buzanfan – Ânus.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here