Da serventia de um homem feio

0

Por Xico Sá

“A feiúra é superior à beleza, pois nunca acaba”, assim falou Serge Gainsburg. Numa mesa farta, dia desses, cerveja a seis graus abaixo de zero, um carneirinho árabe, fresco, ainda quase a berrar, ensaiávamos uma tertúlia lítero-brega, quando concluímos, esta alma penada que vos sopra a nuca e o escriba Lira Neto: o que certas mulheres precisam é apenas de um homem feio em suas vidas. Sem um feio, sujo e malvado não desabrocham, não ornam, não vão para a frente.

Falávamos especificamente daquele tipo de patricinha que vive a declarar, principalmente as famosas, que ainda são virgens – nova onda da putaria midiática! – que tudo tem a hora certa, que o amor-isso, que o amor-aquilo e outras agonias da donzelice ou do peruísmo precoce.

Só um homem feio para desarmar certas criaturas. Somente um mal-amanhado, um mal-assombro, um cadeirudo cumpre alguns trabalhos que nenhum Hércules é capaz.

O malresolvimento do mundo das adolescentes classe média de hoje, concluímos também naquela noite de juízos finais sobre quase tudo, seria exatamente esse: a falta de um desajeitado, um carga-torta, mais feio que carrada de rapadura na subida da Serra do Quincuncá.

Por homem feito entendemos o desmantelo propriamente dito – a maldiagramação divina aliada a uma vida naturalmente sem porteira.

O jovem Kiko, com uma sede de viver dos diabos, concordava com a tese. Claudia Albuquerque, pena d’ouro do Ceará, também dizia sim, pelo que me lembro. Adriana, jovem periodista em desavergonhado amor ao velho Lira, idem, ibidem.

Os garçons, como bons profissionais, não tinham a menor dúvida. O único não que apareceu teve apenas o propósito de nos salvar da jumentice da unanimidade.

Um homem feio é tudo, como dizem os perobos de boa vontade – viado que é viado de verdade não gosta de ser chamado de gay, essa frescura ianque condenável pela nossa estética da fome.

Um hombre horrível, feio que só briga de foice no escuro, é um devoto a todas as saias. Nem precisa fazer cara feia nunca, já veio com esse defeito de fabricação, xilogravura sobre pernas.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here