Como levar duas gatas pra cama em sete dias

0

Você quer fazer sexo a três, mas sua gata resiste? E ainda tem que aguentar o blá-blá-blá do seu amigo que já fez ménage com várias namoradas e adora deixá-lo roxo de inveja com os detalhes sórdidos e deliciosos dos encontros? Seus problemas acabaram! O CANDIRU convidou um especialista em ménage à trois para lhe ensinar todos os truques dessa milenar putaria franciscana. Não é magia, é tecnologia! Depois de ler este texto você vai descobrir que levar duas mulheres para a cama não requer prática nem habilidade.

Já tem uma gata? Ótimo. Então 50% do problema já esta resolvido. Você só precisa de outra mulher. E a única coisa necessária pra que a sua gata aceite esse novo jogo é manipular psicologicamente a moça para que faça a sua vontade enquanto pensa que, na verdade, é ela quem está no comando. Não se sinta um canalha: as mulheres fazem isso com os homens o tempo todo. A estratégia requer paciência, mas, se seguir nossas dicas, você tem 90% de chance de conseguir o que quer em sete dias.

Primeiro dia – Não demonstre desespero nem ansiedade para realizar o ménage. Jamais implore por isso. Jamais! Quando ela o vê desejando uma segunda mulher, desestabiliza-se emocionalmente, e sua primeira reação é tentar preservar o relacionamento, que considera ameaçado.

Sua postura tem de ser ao estilo “tanto faz, tanto fez”. Chamamos essa estratégia de Antecipação da Conclusão de Pensamento (ACP). Você só precisa antecipar a conclusão a que ela fatalmente chegará. Mulheres precisam pensar que o relacionamento evolui e se solidifica a cada dia. Por isso, dirija-se a ela com a seguinte frase: “Amor, eu percebo que nós estamos evoluindo e inclusive me sinto mais conectado a você nos últimos tempos…”

Segundo dia – No dia seguinte, não poupe elogios: “Como você está linda hoje!” Ou, bem melhor ainda: “Não há mulher mais gostosa no mundo do que você”. Não faz mal se é mentira, pois o importante aqui é deixá-la autoconfiante. Sem autoconfiança ela jamais dividirá a cama (e você) com outra.

Terceiro dia – Passe em uma banca e compre uma PLAYBOY para você e duas revistas para ela. Escolha uma publicação feminina que tenha algum artigo ou reportagem sobre ménage à trois. A revista NOVA, também publicada pela Editora Abril, adora esse tipo de assunto. Sente-se ao lado dela para ler.

Quando ela abrir a revista na tal reportagem, comente: “Ah… Ménage à trois… Que coisa interessante!”

Se ela perguntar o que você pensa sobre o assunto, não se traia com aquele brilho nos olhos. Mantenha-se calmo e diga: “Será que precisamos disso? Estamos tão bem assim, você não acha?…”

Ela ficará surpresa! Na verdade, talvez seja preciso que você segure o queixo dela. Então aplique o método ACP e inverta completamente o jogo. “Vem cá, me diz uma coisa… Por acaso você já teve curiosidade em saber como é transar com outra mulher?”

Use a palavra “curiosidade” para suavizar a conversa. Não pergunte se ela já “sentiu tesão” por outra mulher, pois certamente ela negará. Em todo jogo emocional, o importante é a sutileza. Caso ela admita que tem, sim, curiosidade, diga: “Estamos mesmo evoluindo! Veja como cada vez mais nos conectamos e nos tornamos íntimos. Achei lindo você me falar isso. Vem cá, amor. Eu te amo!”

Abrace-a forte para transmitir sensação de segurança. O que toda mulher quer é encontrar um homem especial que a entenda e lhe dê segurança. Seja (ou finja que é) esse homem especial e obterá tudo o que quiser dela.

Quarto dia – No dia seguinte ao abraço, compre um bom vinho e, na terceira taça, diga como quem não quer nada: “Ontem você me deixou pensando sobre aquele assunto de sexo a três, e agora me bateu uma curiosidade: você já pensou sobre isso outras vezes? Depois daquela sua ideia, eu passei a pensar…”

Perceba: você transferiu o desejo para ela. E acrescente: “Sempre ouvi dizer que essa é uma prática para casais que estão evoluindo, como se fosse um patamar mais elevado no relacionamento. Pelo menos é o que os psicólogos dizem”.

Ela vai responder alguma coisa, qualquer coisa. Não importa. Apenas prossiga: “Eu já tive essa fantasia, mas nunca cheguei a realizá-la antes, pois não tinha uma mulher verdadeiramente especial ao meu lado”. Bingo!

Caso você já tenha tido a experiência antes, omita a informação. Mulheres gostam de se sentir especiais. Talvez ela diga mais alguma outra coisa, mas nem dê ouvidos. Vá em frente: “Claro que eu jamais te cobraria isso… O importante somos nós dois”. E mude de assunto.

Quinto dia – Na noite seguinte, leve-a para a cama e faça uma massagem. Comece pelos pés e aos poucos vá subindo pelas pernas. Massageie as costas, toque-a carinhosamente no bumbum, bem próximo às áreas intimas – só não toque diretamente ainda. Então diga: “Imagine uma massagem a quatro mãos! Deve ser muito bom! Enquanto duas mãos massageiam suas pernas, as outras duas mãos massageiam suas costas”.

Mulheres são sinestésicas e auditivas e reagem muito facilmente a esses dois estímulos. Tocar e falar são um ótimo jeito de excitá-las. Então você passará a sua mão por trás do bumbum dela para tocar o clitóris e estimulá-la lentamente. Diga: “Eu gostaria de ter quatro braços para acariciá-la e fazer massagem ao mesmo tempo”. Ela ficará cada vez mais excitada.

E é nesse momento que você vai implantar mais fortemente a ideia do sexo a três. Tenha autocontrole, pois você não pode transar com ela, mas sim induzi-la a imaginar-se com outra mulher. “As mulheres sabem se tocar, e seria uma delícia ter uma mulher a massageando junto comigo”, você continuará dizendo.

Então a vire de abdômen para cima. Com uma mão, masturbe-a, e, com a outra, toque os seios. Tudo lentamente para que ela imagine que está vivendo uma experiência com outra mulher.

Ajude ela a atingir o orgasmo com a masturbação. Se você a penetrar, ela vai se desviar da fantasia. Portanto, controle-se. Depois que ela gozar, abrace-a e diga: “Sua safada! No fundo você gosta da ideia!”

Ainda abraçadinho com ela, comente: “No dia em que você quiser, eu realizo contigo essa fantasia. Você pode escolher a garota; eu só quero você”.

Sexto dia – No sexto dia, você vai massageá-la novamente. Só que dessa vez você vai fazer sexo oral nela. É muito importante que você faça a barba e deixe o rosto o mais liso possível. Quando ela estiver muito excitada, fale: “Como seria o sexo oral de uma mulher em você? Aposto que seria melhor do que este que estou fazendo agora”. Então a deixe entregue à imaginação. Em momento algum diga “Goza pra mim!” Aliás, essa frase deveria ser removida do vocabulário masculino.

Ao fim do sexto dia, ela já estará convencida a fazer. Você só precisa aguardar. Se não acredita, faça o teste!

Sétimo dia – Se já houver uma candidata para ocupar o terceiro posto, tenha certeza de que no sétimo dia você não irá descansar, mas sim cair na farra com sua gata e a outra. Primeira regra: priorize a sua namorada. Ela precisa se sentir o vértice mais importante do triângulo.

Comece com uma massagem dupla. É uma preliminar superlegal e que cria intimidade. A primeira pessoa a receber a massagem é a sua gata. Não se mostre muito empolgado com a segunda mulher – pelo menos no início. Quando estiver com ela, mantenha uma de suas mãos no corpo da sua garota ou tente beijá-la na boca. Assim ela sente que você pode até penetrar outra, mas mesmo assim ainda a procura.

Você quer que as duas se toquem, certo? Então gaste bastante tempo massageando sua gata na companhia da outra. Em determinado momento, pegue as mãos da outra e as conduza ao lugar que ela deve massagear.

Faça com que as mãos dela se aproximem cada vez mais das partes íntimas da sua gata, mas sem tocá-las, a fim de que ambas se acostumem com a situação. Então beije a segunda mulher e, enquanto o faz, conduza as mãos dela para o clitóris da sua gata.

Mas não a deixe chegar ao orgasmo. Quando perceber que ela está muito excitada, diga que agora é a vez da outra. Uma vez excitada, a sua gata tocará a outra com maior facilidade. Mulheres têm a tendência a retribuir afeto e carinho.

Faça com a sua gata o mesmo que você fez com a outra.

Na hora da penetração, faça primeiro com a sua namorada. Traga para perto de você a segunda para que ninguém fique deslocado. Beije uma e logo em seguida a outra, fazendo com que o espaço entre elas fique cada vez menor até que você consiga um beijo em trio. Por fim, retire seus lábios e as deixe se beijando.

Agora é deixar rolar. O que acontecer depois disso será algo natural e extremamente sensual. Só não esqueça que, na hora de finalizar, será com a matriz, e não com a filial. E, como bom cavalheiro que é, lembre-se: o orgasmo das gatas vem primeiro!

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here