Bruno Mazzeo e os “365 Motivos para Ser Vascaíno”

0

Torcedores fanáticos, o ator e roteirista Bruno Mazzeo e o publicitário Sérgio “Zé do Pipo” Almeida enumeram uma razão para amar o clube de são Januário para cada dia do ano. O resultado está em “365 Motivos para Ser Vascaíno”. O livro foi lançado pelo selo dedicado ao futebol da editora Leitura, o “Paixão entre Linhas”.

Com prefácio de Roberto Dinamite, o maior ídolo e ex-presidente do Vasco, a obra é uma espécie de resgate histórico do clube. Os autores pesquisaram a fundo e, entre outras informações, apresentam dados sobre as grandes goleadas, os maiores ídolos, os treinadores e dirigentes emblemáticos e os principais títulos. Não faltam também provocações aos rivais, como descrições detalhadas e cheias de humor de derrotas históricas.

Confira abaixo um trecho do livro com os cinco primeiros motivos para se tornar vascaíno.

  1. O coração em forma de cruz.

“Vamos todos cantar de coração, a Cruz de Malta é o meu pendão”

Quem leva a Cruz de Malta no peito desde que nasceu é um privilegiado. O Vasco é o único clube do Brasil que, mais do que um escudo, tem uma logomarca. Há mais de 112 anos, a Cruz de Malta, Cruz Pátea, Cruz de Cristo ou simplesmente Cruz do Vasco é religião para milhões de torcedores fiéis.

  1. Herói dos mares e dos gramados.

“Tens o nome do heroico português, Vasco da Gama, a tua fama assim se fez”

Em 1898, completavam-se 500 anos da descoberta do caminho marítimo para as Índias. Nada mais justo do que homenagear o heroico português responsável pela façanha, dando o seu nome ao novo clube que estava sendo fundado pela colônia lusitana no Brasil. O Club de Regatas Vasco da Gama levou o navegador de volta aos livros de história. Desta vez, por suas glórias em terra firme.

  1. Felicidade, teu nome é Vasco.

“Tua imensa torcida é bem feliz, Norte-Sul, Norte-Sul deste Brasil”

O Vasco nasceu como um clube do povo, com seguidores de todas as etnias e classes sociais. O amor pela Cruz de Malta começou no Rio de Janeiro, mas logo se alastrou de Norte a Sul do país. Quando a equipe joga fora do Rio, muitas vezes a nossa torcida é maior do que a do time da casa. Isso sem falar nos adeptos além-mar.

  1. Um clube brilhante.

“Tua estrela, na terra a brilhar, ilumina o mar”

A camisa do Vasco tem uma constelação que representa as nossas maiores glórias: o Campeonato Invicto de Terra e Mar de 1945, o Sul-Americano de 1948, a Libertadores da América de 1998, a Copa MERCOSUL de 2000 e os quatro Campeonatos Brasileiros vencidos em 1974, 1989, 1997 e 2000. É por isso que dizem que quem enfrenta o Vascão sempre acaba vendo estrelas.

  1. Campeão de muita categoria.

“No atletismo és um braço, no remo és imortal”

O Vasco é uma potência poliesportiva, com atletas consagrados em várias modalidades. No atletismo, preparamos campeões olímpicos como Ademar Ferreira da Silva e José Telles da Conceição. No remo, produzimos heróis como Joaquim Carneiro Dias, Mario Lamosa e os irmãos Ricardo e Ronaldo Carvalho. O Vasco está presente em muitos outros esportes e sempre entra para vencer.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here