Apaixonada por corsets

0

Por Giba Um

A atriz Cléo Pires, 34 anos não para, está filmando Terapia do Medo, onde interpretará Clara, uma mulher que sofre de distúrbios mentais não diagnosticados. No filme ela tem que esconder suas tatuagens que podem ser vista na nova campanha de corsets de um grife. Ela contou numa entrevista recente que sempre gostou de usar essa peça de lingerie. “Uso corsets em várias ocasiões e há muito tempo, pois, além de achar sexy, modela o corpo. Ele cai bem tanto com uma calça jeans, ou até mesmo usado com vestido de festa”.

O indicado

Como era de se esperar, o presidente Michel Temer indicou o nome de Alexandre de Moraes, atual ministro da Justiça, para ocupar a vaga deixada por Teori Zavascki no STF – Supremo Tribunal Federal. Moraes passará por uma sabatina, provavelmente hoje, feita pela CCJ – Comissão de Constituição e Justiça – do Senado e se aprovado. A indicação irá para votação na Casa. Para não misturar os assuntos, desde tarde de segunda-feira, quando se reuniu com Temer e ficou sabendo de sua indicação, Alexandre de Moraes pediu licença de 30 dias. Em seu lugar, por enquanto, ficará secretário-executivo José Levi, que é considerado o numero dois do ministério.

Recado dado

Minutos depois da indicação de Alexandre de Moraes, ministro da Justiça para a vaga no STF – Supremo Tribunal Federal – deixada por Teori Zavascki, o procurador-geral da República pediu abertura de inquérito para investigar os senadores Renan Calheiros (PMDB-AL) e Romero Jucá (PMDB-RR), além do ex-senador José Sarney (PMDB) e o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado nos quais são baseadas as acusações tendo como embasamento o acordo de sua delação premiada. Foi um recado dado ao Governo e até Alexandre de Moraes, que não tente impedir as investigações da Lava Jato.  Só para lembrar, na época do afastamento de Romero Jucá, uma gravação foi vazada onde ele pedia que alguma coisa fosse feita para barrar a operação.

Queimando o filme

Acaba de ser divulgada uma irregularidade cometida pelo Ministério da Justiça durante as Olimpíadas, onde foi paga diária para 1000 policiais cedidos para a Força Nacional de São Paulo. O valor foi de R$ 550, porém não foi autorizado formalmente. Segundo as informações, a cooperação foi lançada somente em janeiro deste ano, quando deveria ter sido apontada em agosto do ano passado e isso infringe a norma do Tesouro que proíbe efeitos financeiros retroativos e realização de despesas fora de sua vigência. O que chama a atenção é que estes dados só apareceram depois que Alexandre de Moraes foi indicado para a vaga no Supremo.

Abaixo-assinado

Assim que o nome de Alexandre de Moraes, ministro da Justiça, foi anunciado como a indicação do presidente Michel Temer para vaga de Teori Zavascki no STF – Supremo Tribunal Federal – o Centro Acadêmico XI de Agosto, que pertence à Faculdade de Direito da USP começou um abaixo-assinado contra a recomendação. Foram colhidas mais de 30 mil assinaturas em pouco mais de doze horas. O documento foi enviado ao Senado.

Almoço

Antes da indicação de Alexandre de Moraes, ministro da Justiça, para o STF – Supremo Tribunal Federal – o presidente Michel Temer almoçou com o novo presidente do Senado Eunício Oliveira (PMDB-CE) para saber que existiria alguma coisa contra o nome de Moraes. Oliveira acredita que não haverá nenhuma objeção ao nome de Moraes.

Aliviado

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin gostou da indicação de Alexandre de Moraes para a vaga no STF e torce para que seja aprovado. Alckmin é amigo de Moraes e já tinha ficado feliz pelo cargo de ministro da Justiça conquistado por ele. Mas ecoa nos corredores que Alckmin gostou mesmo, porque Moraes tinha pretensão de se candidatar ao governo de São Paulo em 2018 e o governador quer indicar outro nome, muito provavelmente seu vice, Márcio França (PSB).

Na reforma

O deputado Carlos Marun (PMDB-MS) foi escolhido para comandar a comissão da reforma da Previdência. E já mandou avisar que a oposição só terá espaço no que for puramente regimental e que não irá tolerar encenação durante os trabalhos.

O seu lado

O pré-candidato a presidência em 2018, Ciro Gomes (PDT) participou da 10ª Bienal da UNE – União Nacional dos Estudantes que aconteceu em Fortaleza, Ceará na semana passada. Em seu discurso, proclamava que os setores de esquerda e progressista seriam peças fundamentais em seu governo, bem diferente de Dilma Rousseff. Um estudante não gostou do que ouviu e soltou: “Aqui no Estado o conhecemos muito bem. Mudou de partido seis vezes. Isso só mostra que, de fato, o senhor tem lado na política: o seu!”. Um silêncio tomou conta do ambiente, e segundos depois Ciro continuou como se nada tivesse acontecido.

Não gostou muito

A presidente do STF, Cármen Lúcia, não gostou muito da indicação de Alexandre de Moraes para a vaga deixada por Teori Zavascki. Só que o ministro Celso Mello entrou em contato com ela falando das qualidades de Moraes o que mudou um pouco sua opinião. Como sabem, Cármen Lúcia gostaria que uma mulher tivesse sido indicada e manifestou esse desejo em um dos telefonemas de Michel Temer.

Segunda opção

Alexandre de Moraes, ministro da Justiça, não era a primeira opção de Michel Temer para o STF – Supremo Tribunal Federal. Só que através de informantes ele soube que havia uma disputa interna no STJ – Superior Tribunal de Justiça – de onde sairia o nome, e para não causar mal estar preferiu a segunda opção.

Indicados

O STF terá ministros indicados por seis presidentes diferentes. Dilma Rousseff é a de indicação: Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Luiz Fux e Rosa Weber. Teori também era indicado de Dilma. Lula vem atrás com a indicação de Cármen Lúcia, que é atual presidente, Dias Toffoli e Ricardo Lewandoski. Completando Celso de Mello que foi indicado por José Sarney; Marco Aurélio de Mello, por Fernando Collor de Mello e Gilmar Mendes por Fernando Henrique Cardoso. E agora um ministro indicado por Michel Temer, sendo o Alexandre de Moraes ou outro nome.

Começou a corrida

Se Alexandre de Moraes for aprovado para ocupar a vaga de Teori Zavascki no STF, a corrida de indicação para ocupar o ministério da Justiça já começa. O PSDB quer manter um filiado no cargo, mas o PMDB quer a vaga porque esta se sentindo desprestigiado após a indicação de Antônio Imbassahy (PSDB-BA). Por enquanto apenas dois nomes circulam nos corredores o de Nelson Jobim e de Carlos Ayres Brito.

Em baixa

O deputado federal Osmar Serraglio (PMDB-PR) também está sendo apontado com provável substituto de Alexandre de Moraes, caso seu nome seja aprovado no Supremo, na pasta da Justiça. Osmar ficou espantando com a possibilidade e brincou: “Minha cotação está muito baixa, porque até agora ninguém falou diretamente comigo”.

Apoio

Se a aprovação do nome de Alexandre de Moraes, ao STF – Supremo Tribunal Federal – fosse na Câmara, com certeza seu nome iria ser aprovado com facilidade. O presidente da Casa, Rodrigo Maia, acredita que a escolha foi muito boa e que Moraes tem bagagem suficiente para assumir o posto. “Acho que pelo histórico dele, por ele ter sido juiz, promotor, ele vai ter a isenção necessária para julgar de forma independente”.

Demissão voluntária

A Caixa Econômica Federal está abrindo o Programa de Demissão Voluntária para corte de 10 mil funcionários. Com isso economizará certa de R$ 1,8 bilhão a partir do ano que vem. O programa quer atingir os funcionários já aposentados ou que tenham condições de se aposentar até o final de junho, ou que estejam em cargos comissionados com gratificações incorporadas em seus salários. Segundo levantamento interno do banco cerca de 30 mil funcionários se encaixam neste perfil.

Punição

O Ministério Público Federal pediu bloqueio de até R$ 3,8 bilhões de Joesley Batista. Segundo o MPF é uma espécie de punição porque o grupo presidido por ele não cumpriu acordo fechado em outubro do ano passado, que comprometeu a depositar em juízo, um total de R$ 1,51 bilhão em seguro-garantia ou em títulos públicos federais.

Vitória

Uma estudante, negra e pobre foi a primeira colocada em Medicina na USP de Ribeirão Preto o curso mais concorrido da Universidade. E para comemorar a estudante usou o humor e alfinetou alguns preconceituosos e postou a seguinte frase em suas redes sociais: “A casa-grande surta quando a senzala vira médica”. A mãe da estudante está com medo que sua filha seja hostilizada, mas ela se mostra tranquila.

No Brasil

A cantora Lady Gaga anunciou que participará do primeiro dia do Rock in Rio. Ela se mostrou entusiasmada e o fãs já aguardam ansiosos para comprar os ingressos que começarão a ser vendido em 6 de abril. O festival de música acontece de 15 a 24 de setembro.

Ação contra

Com cerca de 7 mil assinatura a Associação de Devotos de Fátima quer impedir que a escola de samba Vila Maria, que presta homenagem a Nossa Senhora Aparecida, traga para o sambódromo imagens da santa. Eles acham uma ofensa. A igreja disse que não pode impedir que a escola faça a homenagem por fazer parte da história do Brasil. A escola garante que não trará nudez ou qualquer fantasia com apelo erótico.

Em penúltimo

Um ranking feito pela CNI – Confederação Nacional da Indústria – mostra a taxa de investimentos de 18 países, levando em conta o total aplicado em relação ao PIB. O Brasil só ficou na frente da Argentina (17,1%) com 18,2%. Perdeu para Peru, México, Chile e Colômbia.

Nova função

A jornalista Maria Júlia Coutinho, a Maju, continua em alta na Globo e agradando todos os telespectadores. Tanto que a emissora vai fazer alguns testes para que ela possa conduzir o Jornal Hoje, aos sábados, que é apresentado, em rodízio, por Fabio William, Zileide Silva, Renata Capucci e Cesar Tralli. Durante a semana Evaristo Costa e Sandra Annemberg.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here