Amazonino já está com a mão na taça

0

Os candidatos Amazonino “Negão” Mendes e Eduardo “Cadeirudo” Braga disputam o segundo turno das eleições suplementares para escolha do novo governador do Amazonas no próximo dia 27. Na totalidade das urnas, Amazonino fechou o primeiro turno com 39,07% (460.166 votos), quase o dobro do segundo colocado.

Já Braga obteve apenas 22,85 % (269.088 votos). Isso quer dizer que o “Negão” já entra no segundo turno com 200 mil votos de vantagens. Ninguém nunca reverteu uma vantagem dessas na história política do Amazonas.

“O amor vence tudo. Acho que não custa nada a gente ser educado, gentil e saber que ninguém é perfeito. E quando a gente cobra perfeição tem que olhar primeiro pra gente. Jamais devemos tentar criar confusão na cabeça do povo por conta de desavenças. O candidato deveria se sentir enobrecido de disputar e jamais usar artifícios contra o povo. Se vier (Braga) novamente as três mil e quinhentas inserções contra mim, sempre repugnantes, vou usar um velho ditado: Os cães ladram e a caravana passa”, declarou o “Negão”.

“Eu devo confessar a vocês que estou com uma alegria incontida, porque esse reconhecimento do povo, nessa altura da minha vida, são coisas espirituais, são coisas do coração. Nossa campanha foi de paz, de respeito todos, até mesmo respeitei aqueles que fizeram mais de três mil inserções contra a gente. Mas a universidade da vida ensina a tolerância e foi o que pautou a nossa caminhada”, avisou o pedetista.

“Exatamente nesse momento todo eleitor era um rei, uma rainha. Essa é a beleza da democracia. Quero agradecer todos os companheiros, desde os mais simples, que estiveram um lampejo de esperança. Saberei ser grato sem complicar ou deixar de dar solução aos problemas da administração, em primeiro lugar vem o povo, depois eles. Vou pedir a Deus muita competência e confiança. Se eu não tivesse competência estaria na minha casa. Eu já era um homem conquistado, mas hoje sou um homem apaixonado pelo povo amazonense”, acrescentou.

Negão fez barba, cabelo e bigode

Amazonino (PDT) conseguiu mais votos em 28 cidades do interior, incluindo os quatro principais munícipios em número de eleitores: Manacapuru, Parintins, Itacoatiara e Tefé. Braga (PMDB) foi o mais votado em 27 e Rebecca Garcia (PP), em seis municípios. Na capital Manaus, Amazonino também foi o primeiro colocado.

Amazonino venceu em todas as zonas eleitorais de Manaus no 1º turno. No interior, ele teve mais votos em Apuí, Alvarães, Amaturá, Autazes, Barcelos, Beruri, Boa Vista do Ramos, Careiro, Careiro da Várzea, Coari, Codajás, Eirunepé, Envira, Iranduba, Itacoatiara, Itamarati, Manacapuru, Manicoré, Maués, Novo Airão, Novo Aripuanã, Parintins, Pauini, São Gabriel da Cachoeira, São Sebastião do Uatumã, Tefé, Tonantins e Fonte Boa.

Braga ganhou em Anamã, Atalaia do Norte, Barreirinha, Benjamim Constant, Boca do Acre, Borba, Caapiranga, Carauari, Guajará, Ipixuna, Itapiranga, Japurá, Jutaí, Lábrea, Manaquiri, Manicoré, Maraã, Nhamundá, Nova Olinda do Norte, Presidente Figueiredo, Santa Isabel do Rio Negro, Santo Antônio do Iça, São Paulo de Olivença, Silves, Tabatinga, Tapauá, Urucará e Urucurituba.

A terceira colocada no primeiro turno, Rebecca Garcia (PP) recebeu mais votos em: Anori, Canutama, Humaitá, Juruá, Rio Preto da Eva e Uarini.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here