A boca suja da Dona Genoveva

0

O padre Benito estava celebrando uma missa na comunidade Mamuru, na zona rural de Parintins, quando começou a ser entoada “A Prece dos Fiéis”.

O pescador Genivaldo foi o primeiro a se manifestar na oração espontânea:

– Por todos nós, para nós saber o que Jesus Cristo, o nosso Salvador, está querendo de nós, aqui mermo, parente, na nossa comunidade, rezemos ao Senhor!

E o resto da comunidade, em peso:

– Senhor, escutai a nossa prece!

Depois, foi a vez da professora Duciomara:

– Por todos os casais casados em Cristo, para que descubram e manifestem perante o mundo a grandeza da vocação conjugal, rezemos ao Senhor!

E o resto da comunidade, em peso:

– Senhor, escutai a nossa prece!

Aí foi a vez da octogenária dona Genoveva:

– Para que a nossa comunidade tenha mais união, meus irmãos, vamos se cativar, vamos se cativar! Não vamos fazer como o filho do compadre Zé Pedro, aquele desordeiro do caralho, que arrumou um brigueiro da porra aqui na comunidade e se ele continuar assim só vai dá pro cu dele, rezemos ao Senhor!

E o resto da comunidade, em peso:

– Senhor, escutai a nossa prece!

O padre Benito quase excomunga a boca suja da dona Genoveva.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here