11 técnicas de sexo oral aprovadas pela AMOAL

0
Vale a pena ensinar esses truques para o parceiro e experimentar as novas técnicas na próxima relação – afinal, é assim que o sexo se aprimora

O sexo oral em mulheres, quando bem feito, não tem como ser ruim. A carícia é uma das partes mais prazerosas da relação e é muito importante para deixar a mulher relaxada, lubrificada e excitada para a penetração. Porém, ela pode se tornar ainda melhor com o uso de técnicas “avançadas” de preliminares, testadas e aprovadas pelos cavaleiros templários da AMOAL (Antiga e Mística Ordem dos Abatedores de Lebres).

As dicas listadas a seguir provocam sensações diferentes das que as mulheres estão acostumadas a sentir durante o sexo oral, pois estimulam áreas geralmente não exploradas e fazem uso de movimentos inusitados. Vale a pena ensinar esses truques para o parceiro e experimentar as novas técnicas na próxima relação – afinal, é assim que o sexo se aprimora.

Palanque de Nankim – Coloque um travesseiro embaixo do bumbum. Este simples macete elevará seu quadril e deixará sua pélvis mais relaxada e exposta, aumentando o prazer. Procure sempre deixar os joelhos afastados também, pois isso aumenta a sensibilidade da região.

O voo do cuco – A língua não deve se limitar ao clitóris. Toda a região da vagina deve ser explorada durante o sexo oral. Além de o próprio toque ser sensual, quanto mais lubrificação, melhor será para a mulher.

Serpente alada – Beijo de língua, só que lá embaixo. Ao invés de esticar a língua para estimular o clitóris, fale para o seu parceiro fingir que está dando um beijo de língua. O movimento dos lábios também é gostoso e provoca uma sensação diferente do que a língua sozinha.

Dragão de Hokkaido – Sexo oral não precisa ser só oral. Seu parceiro pode combinar diferentes tipos de estímulo ao mesmo tempo. Introduzir o dedo ou um vibrador na vagina enquanto acaricia com a língua permite que a mulher fique duplamente excitada. O parceiro pode estimular o ponto G, curvando o dedo levemente para cima após introduzi-lo, fazer movimentos de vai-e-vem e outras técnicas.

Beijo grego – Essa técnica não é para todo mundo, mas, se vocês tiverem a mente aberta, vale a pena tentar. O beijo grego nada mais é do que passar a língua no ânus. Ele pode ser um complemento bastante prazeroso ao sexo oral, já que a região é uma zona erógena importante.

Atari não morreu – Fique de mãos atadas. Uma das sensações que mais causam prazer (e aflição) no sexo oral é a de estar completamente exposta e sem controle do próprio corpo. Quando isso acontece, muitas mulheres têm o reflexo de fechar levemente as pernas e colocar a mão sobre a cabeça do parceiro, na tentativa de controlá-lo. Porém, você vai perceber que, se evitar esse impulso, o prazer irá aumentar ainda mais. Por isso, peça para seu parceiro prender suas mãos e combinem que, caso você tente fechar as pernas, ele não irá permitir. Além da fantasia, o estímulo em si será muito maior.

Flauta de Pã – Vibração com a boca. Fale para o seu parceiro falar baixinho a letra “uuu” enquanto passa a boca por toda a sua vulva. Isso irá provocar uma certa vibração nos lábios dele, que causará uma sensação gostosa para você.

Orgasmo duplo –Assim que você chegar ao orgasmo com o sexo oral, diga para seu parceiro te penetrar rapidamente. Após o primeiro orgasmo, é mais fácil atingir os próximos, pois seu corpo está relaxado e muito excitado. No entanto, nem toda mulher gosta de continuar recebendo estímulos no clitóris depois de gozar, já que a região fica muito sensível. Sendo assim, com a penetração já em ritmo acelerado, você será estimulada no ponto G, facilitando a obtenção do segundo orgasmo (e talvez do terceiro, quarto, etc.). Cuidado, apenas, para não interromper o primeiro orgasmo, pois isso poderá quebrar o clima para você.

O pulo da rã – De barriga para baixo. Ao invés de ficar na posição clássica do sexo oral (deitada de costas com as pernas abertas e o parceiro no meio), deite-se de barriga para baixo, abra bem as pernas (ou fique de quatro) e deixe que ele passe a língua em você. Nessa posição, o sexo oral será feito no “sentido contrário”, o que provoca uma sensação completamente nova.

Carcará arrepiado – Se seu parceiro tiver barba, fale para ele esfregar o rosto na parte interna da sua coxa durante o oral, o que irá provocar arrepios.

Alfa-ômega – Quanto mais aberta, melhor. Além de afastar bem os joelhos durante o sexo oral, peça para o seu parceiro “abrir” ainda mais a região puxando a pele da sua coxa para fora com as mãos. Quanto mais exposta você estiver, melhor será.

Por Marianna Feiteiro

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here